quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Obras da ponte sobre o rio Jari serão retomadas em 30 dias

A obra da ponte sobre o rio Jari será retomada em 30 dias. O anuncio foi feito pelo governador do Amapá, Waldez Góes (PDT); o presidente do senado, José Sarney (PMDB); e o coordenador da bancada federal, senador Gilvam Borges (PMDB), após reunião no Palácio do Setentrião. A obra está paralisada porque a Prefeitura de Laranjal do Jari não tem recursos para cobrir a contrapartida de R$ 336 mil exigida pelo governo federal, dentro do convênio que destina verbas para a construção da ponte. Mas o problemas foi solucionado com ação do governo do Estado de cobrir o valor que cabia à Prefeitura de Laranjal do Jari.De acordo com o governador Waldez Góes essa não é a primeira vez que o governo repasse recursos a prefeituras do interior para cobrir contrapartidas de convênios federais. "O governo entra com os recursos por que sabe das dificuldades que as prefeituras enfrentam e sabe também da importância da retomada da obra da ponte sobre o rio Jari. É uma obra que vai nos ligar com o estado do Pará e que vai gerar muitos empregos. Por isso que a bancada federal, o governo do estado e a prefeitura de Laranjal do Jari estão nessa união de esforços," disse o governador do estado.Com o repasse do governo a retomada da obra depende da articulação da bancada federal pela libe-ração de cerca de R$ 19 milhões que estão alocados para a ponte. "Todos estamos bastante entusiasmados com a retomada da ponte sobre o rio Jari. E esse recurso de 19 milhões de reais é o suficiente para a conclusão dessa obra que já passou por muitos problemas. Eu fui o autor da emenda que garante o dinheiro para a ponte e te-nho acompanhado de perto o processo e agora essa contrapartida do go-verno do estado não resta nenhum entrave e obra deve ser retomada", declarou o presidente do senado. De acordo com o senador Gilvam Borges, a entrada do governo do estado foi fundamental para o resgate da obra. A previsão é de que em 30 dias a empresa já terá condições de continuar a construção. "O go-verno do estado dá mais uma demonstração de municipalismo e de compromisso com as prefeituras e com as obras importantes para o estado. Agora nós vamos trabalhar em Brasília para que esses R$ 19 milhões sejam repassados a empresa para ele retome as obras o mais rápido possível", disse o senador do Amapá.
Diário do Amapá

Bala Rocha confirma presença na Conferência das Partes, em Copenhague


Brasília (Pedro de Paula) – O pre-sidente do Grupo Parlamentar Brasil-União Européia, deputado Sebastião Bala Rocha (PDT-AP), confirmou ontem, 12, que vai participar da 15ª Conferência das Partes (COP 15) da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, um dos encontros mais importantes na história, com a presença de representantes de cerca de duzentos países. Na sexta-feira, juntamente com o secretário do colegiado, deputado Edinho Bez (PMDB-SC), o parlamentar foi recebido pelo novo embaixador da Dinamarca no Brasil, Svend Roed Nielsen (foto), para tratarem de viagem em missão oficial à Copenhague. Bala Rocha explica que a missão do Congresso Nacional brasileiro é integrada por três deputados e três senadores e sua realização é aguardada com expectativa e esperança por todos os que se preocupam com as mudanças climáticas e seus impactos no planeta. “Os desafios são enormes. Há um grande impasse hoje entre países desenvolvidos e em desenvolvimento sobre quais as metas possíveis e desejadas para a redução de emissões e o nível de comprometimento dos países com o clima global”, comentou. No encontro, os deputados convidaram o embaixador Dinamarquês para um café da manhã, a ser realizado dia 28 de outubro, quando Svend Nielsen falará sobre o país e apresentará o programa do COP 15 que acontece entre os dias 7 e 18 de dezembro.
Diário do Amapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Acompanhe

Clique para ampliar