quarta-feira, 7 de abril de 2010

"Amazônia, patrimônio universal?", pergunta o ex-senador Jarbas Passarinho, em livro de sua autoria

Um livro "precioso" para quem quiser escrever ou estudar sobre a Amazônia, classificou o presidente José Sarney, ao falar sobre a obra de autoria do ex-senador Jarbas Passarinho, no evento de seu lançamento no Senado, nesta terça-feira (6/04) à noite. "Amazônia, patrimônio universal?", do ex-senador, passa a integrar a coleção "Edições do Senado Federal" (volume 135), produzida pela Secretaria Especial de Editoração e Publicações (Seep) da Casa. Sarney, que leu os originais, enfatizou que o livro é referência pela riqueza de detalhes, fatos pitorescos, hitórias, enfim, resumiu, informações que percorrem da abordagem histórica a atualidades, passando, evidentemente, pela abordagem ecológica. O presidente do Senado lembra que o ex-senador coloca "com muita clareza" que a idéia de golpismo e de ameaças internacionais à soberania brasileira sobre a Amazônia tem muito mais de ficção do que de realidade. Com efeito, Passarinho enfatiza que busca, em sua obra, separar o joio do trigo em tal discussão, uma vez que o discurso nacional patriótico e exaltado – "A Amazônia é nossa" – combate ameaças na maioria imaginadas, relegando, à indiferença, as reais e potencialmente graves ameaças à floresta.

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Acompanhe

Clique para ampliar